Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

engitech@oceanthemes.net

+1 -800-456-478-23

5 livros que todo psicólogo deve ler

Leitura: 6 min

5 livros que todo psicólogo deve ler

A pandemia fez com que algumas áreas tenham um interesse a mais. E a Psicologia é uma dessas áreas, seja pelo interesse de se tornar um psicólogo, ou pelas pessoas terem uma preocupação maior com sua saúde mental. Até por que a Psicologia é o curso que estuda o ser humano, o contexto que está inserido e suas experiências visando promover a saúde mental e qualidade de vida.

Hoje vamos dar uma dica de 5 livros que todo psicólogo ou fã da psicologia deve ler!

Introdução a Psicologia
Escrito por Linda L. Davidoff, o livro aborda os tópicos mais importantes que fazem parte da parte introdutória do curso e também os pontos e avanços mais recentes. A estrutura do conteúdo é simples de entender e auxilia a fixar os conteúdos da graduação.

História da Psicologia Moderna 

O livro é escrito por  Duane P. Schultz, Sydney Ellen Schultz. E tem como tema central, a história da psicologia moderna, especificamente o período que se inicia no fim do século quando a psicologia torna-se uma disciplina separada e independente.

O homem que confundiu sua esposa com um chapéu

O Homem Que Confundiu Sua Mulher com um Chapéu é um livro de 1985 escrito pelo neurologista Oliver Sacks descrevendo os casos de alguns de seus pacientes que vivem imersos em sonhos, aberrações intelectuais e perceptuais fantásticas em consequência de danos cerebrais

Inteligência Emocional

Publicado pela primeira vez em 1995, nos Estados Unidos, este livro transformou a maneira de pensar a inteligência. Alterou práticas de educação e mudou o mundo dos negócios. Das fronteiras da psicologia e da neurociência, Daniel Goleman trouxe o conceito de “duas mentes” – a racional e a emocional – e explicou como, juntas, elas moldam nosso destino.

O homem e seus símbolos 

A obra de Jung pode ser vista como um esforço de resgate e tradução. Na tentativa de compreender seu mundo interno, e o de seus pacientes, ele procurou resgatar o universo simbólico humano que habitualmente se encontra sob o poder das religiões, dos místicos ou das filosofias orientais

E você? Gostou de nossas dicas de livros para todo psicólogo ler? Não deixe de ler o nosso último post

Siga a FECAF no Linkedin

Página Inicial

Receba nossos conteúdos exclusivos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.